domingo, agosto 31, 2008

Bairro Alto 1, Bairro Alto 2

1 - Na net, ao princípio da tarde
Bairro Alto em Lisboa - Moradores satisfeitos com reforço de policiamento - SIC / País 31, Ago 2008 - 14:47
2 - Quatro hoas depois
Crime: Homem ferido a tiro à porta de bar no Bairro Alto - polícia - LUSA - 1 minuto atrás - Lisboa, 30 Ago (Lusa) - Um homem foi atingido a tiro hoje à tarde à porta de um estabelecimento de diversão no Bairro Alto, Lisboa, após uma "desavença"...

Mais de 16 milhões

Foto: In Lisboa
Eléctricos captam 16,4 milhões de passageiros - A rede de eléctricos de Lisboa transportou, em 2007, mais de 16,4 milhões de passageiros. Destes, a maioria são portugueses mas os turistas escolhem cada vez mais este...
Jornal de Notícias 30, Ago 2008 - 23:30
Mais:
Eléctrico de Lisboa comemorou 107 anos - Turisver - 1 hora atrásA CARRIS comemorou, no último dia de Agosto, o 107º aniversário do serviço de tracção eléctrica, dito por outras palavras, o Eléctrico de Lisboa comemorou ...

Cuidado!

Praia da Lagoa de Albufeira sem condições - Apesar de ser um dos areais mais procurados na Grande Lisboa, diz quem conhece a Lagoa de Albufeira, no concelho de Sesimbra, que a cada ano que passa, as condições de...
Jornal de Notícias 30, Ago 2008 - 23:30
Digo isto aos meus amigos há anos. Basta não haver ainda sistema de saneamento nas envolventes.

Uma lição de vida

«O vereador do Seixal Joaquim Santos lamenta a oportunidade perdida - devido (ao faco de a) candidatura ter dado entrada na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) de Lisboa e Vale do Tejo às 00.02 - e garante que os funcionários que estavam à frente da equipa coordenadora do projecto já foram chamados à responsabilidade.»
Foto: Paulo Azevedo
Aconteceu no Seixal esta última semana. Eram 6 milhões para reordenamento e construção de novos equipamentos, julgo que tudo na zona ribeirnha. Agora, há que aguardar por novos financiamentos no âmbito do QREN ou de outros fundos. Uma situação que lamento tenha acontecido. 2 minutos, 2 horas, 2 dias: nada custa adiantar as coisas.

Já???????

«Corre por aí, entre os sociais-democratas, um abaixo-assinado a pedir a convocatória de um novo congresso do PSD para avaliar a situação do partido após a vitória de Manuela Ferreira Leite, e a eventual escolha de uma outra personalidade para líder. Embora sejam conhecidos os promotores desta iniciativa, a verdade é que não são só os apoiantes de Pedro Passos Coelho, Santana Lopes e Luís Filipe Menezes que empurram o PSD para um novo Congresso, ainda que pareça absurda uma iniciativa do género a um ano de eleições.»
E. Rangel, CM

Cá está

Agentes das polícias estão onde não deviam. Mas só os sindicatos falam disso.

sexta-feira, agosto 29, 2008

Lei das armas e teimosia

Alteração da lei das armas é «teimosia do governo», diz PCP - Hoje às 12:16O Partido Comunista afirmou, esta sexta-feira, estar de acordo com a alteração à lei das armas, proposta por Rui Pereira, apesar de considerar que esta surgiu como resultado da «teimosia do governo, em recusar a revisão do código penal». (...)

Os mais visitados artigos do 'Sol'

1.
Câmara perde candidatura ao QREN por atraso de 12 minutos na entrega
8104 visitas
2.
Governo quer prisão preventiva para crimes com uso de arma
2667
3.
António Borges sob chuva de críticas
2631
4.
Francisco Louçã acusa Presidente da República de ser insensível
1038
5.
Cavaco Silva promulga decreto que vai permitir instalação de 'chip' electrónico nos automóveis
652

A propósito dos realojamentos de moradores do Bairro da Liberdade


Caro DM,

Li no 'Público' (e reproduzo o texto aqui) algo que me deixa a pensar. Já não é a primeira vez que é pela tua exclusiva voz que os jornalistas chegam a uma informação sobre matérias novas e compromissos novos da CML. Acho isso deslocado e um tanto ao lado do papel que tens. Por duas razões: tratando-se de novas situações, devem ser tituladas por quem está mandatado, os eleitos; e, vindo da boca de um assessor, não dá aos moradores a garantia natural que se exige em democracia. Precisamente porque a tua função não foi ratificada nas urnas e nem sequer resulta do voto. Mas, com esta experiência que a vida de assessor me dá e em resultado do que já vi acontecer (não comigo, mas já vi), pode um dia rebentar-te a castanha na boca. Dito de outro modo: pode a realidade da vida desmentir as tuas garantias dadas aos cidadãos por interposto jornalista. E ninguém sai bem dessa situação. No entanto, são sobretudo razões de política e de defesa dos cidadãos que me levam a plasmar aqui o que pensei de imediato quando «te» li, de manhã.

Amizade!

Poesia na Câmara de Lisboa

A propósito disto, que é pura poesia para consumo de marketing, um leitor deixou-me esta pérola: «Será prático andarem os electricistas a carregar bobines de fio pelos autocarros, será eficaz os engenheiros do urbanismo a fazerem vistorias de Metro (acrescento eu: carregados de processos a pesar quilos de papel...) ? Os informáticos a carregar o arsenal de torres e discos rígidos pelos eléctricos? Enfim... poderíamos continuar por aí fora. Resta-nos aguardar que os bombeiros não tenham de carregar as mangueiras pelos transportes públicos...»

Isto, enquanto «um terço dos agentes estão em tarefas administrativas»...

Apenas um exemplo. «Posto da GNR só com um guarda - O posto da GNR de Manique do Intendente, no concelho de Azambuja, é o melhor exemplo da falta de meios da GNR na região. Um único militar presta serviço na unidade no período das nove da manhã às cinco da tarde. Terminado o turno, fecha o posto e todas as chamadas são transferidas para o posto de Aveiras de Cima que dista 16 quilómetros. Quando há uma ocorrência, a patrulha de Aveiras desloca-se ao local e, segundo fonte da GNR, demora cerca de um quarto de hora a chegar ao centro da vila.»
Parece uma caricatura. Mas infelizmente não é.

Ai, Orçamento do Estado, Orçamento do Estado...

Engenheira florestal torna-se assessora do INEM - Desde que a nova direcção do INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica –, liderada por Abílio Gomes, tomou posse, em Fevereiro, que não param as contratações milionárias para fazer assessoria à (...)

Educação: novas tarefas: aumento de 50% nalgumas autarquias

Educação: Transferência de competências aumenta em 50% despesa com pessoal nalgumas autarquias - ANMP - Fonte: Agência LUSA - Publicado ontem às 12 horas - Lisboa, 28 Ago (Lusa) - O vice-presidente da Associação de Municípios revelou hoje que o contrato que o Ministério da Educação propôs...
Sempre me pareceu de honestidade duvidosa a passagem de competências do Governo para as autarquias sem uma lei de transferência progressiva de meios financeiros que corresspondam ao aumento gradual e imparável de despesas: nos primeiros anos, até parece que a coisa vai correndo. Mas as finanças municipais vão definhando, definhando. E o Orçamento do Estado libertou-se de uma despesa proporcional à crescente asfixia dos cofres das câmaras.
Por isto é que nunca entenderei que tantos autarcas aplaudam a transferência de competências nestas condições. E, pior ainda, que alguns até peçam e mesmo exijam essas transferências...
Ou é mera ignorância e incapacidade de projectar ou é um caso de estupidez natural... Haverá de tudo...

Criminalidade cresce

“Estas zonas são escolhidas com critérios científicos da criminalidade, nomeadamente tendo em conta o número e o tipo de ocorrências registadas nestes locais (…)” – afirmou Paula Monteiro. A explicação para a escolha dos locais onde a PSP fez e promete continuar a fazer operações especiais de prevenção da criminalidade.
PSP detém 32 pessoas na Grande Lisboa na última semana - A operação da madrugada de quinta-feira, na Quinta da Fonte e na Quinta do Mocho, concelho de Loures, e no bairro da Arroja, em Odivelas, demorou 12 horas. Nesta rusga...
RTP - Nacional 28, Ago 2008 - 20:00

quinta-feira, agosto 28, 2008

Governo aos zigue-zagues no combate ao crime


O que quer o P-GR e o que diz o ministro da justiça... Com a sua habitual ronceirice intelectual e fónica, o homem disse o A e o contrário do A na mesma frase: concorda com as propostas de Pinto Monteiro «desde a primeira hora», mas as leis penais «não serão alteradas». Isto é normal? É que uma das questões referidas pelo P-GR tem mesmo a ver com a lei. Ele pediu «ao legislador que faça os "ajustamentos legais necessários para combater a criminalidade violenta"» (cito do 'Público Última Hora on line').
Poucas horas depois de ter escrito isto, agora que são 1:01 da manhã de sexta, leio que a associação sindical de juízes veio dar forte e feio no imobilismo do ministro: «Associação Sindical dos Juízes Portugueses / Juízes afirmam que pedido do PGR vem confirmar que leis penais são más / O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP), António Martins, disse hoje que os ajustamentos legislativos sugeridos pelo Procurador-Geral da Republica confirmam que as leis penais que existem "são más"».
Mas, vá lá, depois aparece esta notícia: «Setembro, de forma a garantir que, (…)
Crimes com armas vão dar prisão preventiva - Segurança. Governo vai alterar lei das armas. Mudança prevê detenção e prevetiva O ministro (…)».
«O PCP, através de José Neto, afirmou, ontem, ao JN que o seu partido está "inteiramente de acordo com as sugestões do PGR e que está disponível para proceder às necessárias alterações"», leio no JN.
Não nos esquecemos de que estaas alterações à legislação foram produzidas para proteger os arguidos da Casa Pia que eram e são do PS. Agora, estas estatísticas... E toda a gente a cascar na coisa... E o PS e o Governo o que fazem? Uma baralhada. Muitas na ferradura e uma ou outra no cravo: hoje foi assim. José Magalhães tinha aberto a via verde às alterações. Mas Pereira da Silva pôs-lhe logo o dedo no nariz: Tchiuuuuu! E ele meteu a viola no saco. Mas vimos mais baralhadas entre membros do Governo. A postura de Rui Pereira parece mais segura que a de Alberto Costa. Mas confessa que ainda há demasiados agentes nas esquadras em trabalhos administrativos. Um sindicalista veio dizer quantos: 1/3. O Governo ou não sabe ou esconde da opinião pública. Coisa que, nos dias de hoje é igual a querer esconder o sol com uma peneira.

Já que falamos de coisas sérias...

... veja como arrancou este blog em Fevereiro de 2005!

Citação


sobre a Convenção
dos Democratas
em Denver, EUA,
vá lá,
mereceu citação
no P2, caderno
destacável
do Público,
hoje.
Sem dúvida,
uma mais-valia.
Pena é que
tenham
alterado
a minha ideia,
colocando uma conjuntiva
em vez de uma adversativa...
mas perdoo mais esta...

Afinal sempre reconhecem que há aumento de crimninalidade violenta

Segurança - Governo reconhece aumento criminalidade violenta - Há 12 minutos O ministro da Presidência reconheceu hoje que os dados do primeiro semestre apontam para «algum aumento da criminalidade violenta» que são «situações que não devem ser minimizadas», mas assegurou que o Governo está a «adoptar as medidas necessárias» (...)
Segurança - Ministério da Justiça nega alterações aos códigos Penal e do Processo Penal - O Ministério da Justiça garante não estar prevista qualquer alteração às normas constantes nos códigos Penal e de Processo Penal, disse hoje à Lusa fonte oficial (...)
Na foto (Wikipedia): «Preparando explosivo C4».
Na minha opinião (e sei do que falo), essa foi a pior notícia do ano: um assalto a uma carrinha de valores com C4, da tropa.

Educação pesa aos Municípios

Educação / Municípios sobrecarregados com transferência de competências - 4 comentários / 148 visitas - Hoje O vice-presidente da Associação de Municípios afirma que o contrato que o Ministério da Educação propôs para transferência de competências aumenta em 50% as despesas com pessoal (...)

Legislação nova para as associações de municípios e para as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto

Foi publicada nova legislação: atenção e estudo! Novo regime jurídico do associativismo municipal em Portugal, aqui, e o mesmo para as Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, aqui. Se for muito masoquista, pode ir também ao portal do Governo, aqui.

É aqui que digo sempre: «Obrigado, Sócrates»

Dez por cento no primeiro semestre relativamente ao período homólogo de 2007 - Gabinete Coordenador de Segurança reconhece aumento de criminalidade violenta - A criminalidade violenta aumentou cerca de dez por cento nos primeiros seis meses deste ano relativamente ao período homólogo de 2007, disse hoje o responsável pelo Gabinete Coordenador de Segurança. (...)

Polícia em acção em busca de armas e droga

Operação da PSP na Quinta da Fonte e Quinta do Mocho - TVI - 13 minutos atrásA informação foi adiantada pelo Comando de Lisboa da Polícia de Segurança Pública. A operação começou às 22:00 horas de quarta-feira, envolveu agentes da ...
Isso foi de noite (ontem à noite já o 'Expresso on line o noticiava). Agora de manhã estão na Quinta da Arroja, Odivelas - oiço na RTP 1.
À tarde, a PSP fará uma conferência de imprensa sobre esta operação. E à noite o ministro das polícias vai à RTP 1 par ser entrevistado por Judite de Sousa. Que façam as operações todas - acho óptimo. Coincidências tão suspeitas - acho péssimo. Ainda por cima ontem Cavaco deu o chá. E hoje fala o PG-R para «dar sugestões» ao Governo. Enfim... acompanhemos estas movimentações com bom senso mas também de olhos abertos.

quarta-feira, agosto 27, 2008

Ditadura, diz Cluny

Mudanças na lei são "de ditadura""A estratégia deste Governo é igual à do antigo regime." António Cluny, do sindicato dos Magistrados do Ministério Público, não poupa críticas às leis de Organização e Investigação Criminal e de Segurança Interna, promulgadas pelo Presidente da República depois de passaram no Parlamento apenas com os votos favoráveis do PS. Para o magistrado, há um claro "esvaziamento do conteúdo das instituições judiciais", de que só encontra paralelo... nos tempos da ditadura. "Em graus diferentes, mas a estratégia é a mesma", acusa.

Mistificação Madonna

«Vai pagar» taxas (o concerto de Madonna). Quanto? Resposta de JSF sem se rir: «109 mil euros»! Pode ler aqui e aqui, também.

Hillary

São exactamente 4 da manhã. Por razões especiais, estive na «máquina» a produzir até agora. Nos últimos largos minutos, estou também a acompanhar o galvanizador discurso de Hillary Clinton em torno da unidade dos democratas e da rejeição de mais 4 anos de Partido Republicano na Presidência. Não está feliz. Mas arrebata de forma genuína - talvez por isso mesmo: porque queria ser ela a nomeada, a candidata à Presidência. Duas frases: «We don't need four more years like the last eight». «Equal pay for equal work». Ininterruptamente aplaudida em Denver, na Convenção Democrata. Surpresa para mim pelo que só pode ser cinismo ou realismo político forçado, tudo isto, diria eu. De notar também, em termos pessoais mas que lá pesa como tudo: o forte elogio a Michelle Obama.

terça-feira, agosto 26, 2008

Obama em risco

A coisa está feia para Obama. Racismo galopante, é o que é: 25% dos apoiantes de Hillary podem vir a votar McCain. Mas a senadora Clinton apelou ao voto massivo em Obama...

Insconstitucional, dizem os juízes

Lei da Segurança Interna, agora promulgada pelo PR.

Empresas municipais

Gebalis com arbitragem de conflitos nos seus 63 bairros. EMEL já tem esse mecanismo (previsto na lei) há ano e meio.

segunda-feira, agosto 25, 2008

Outra vez Loureiro. Bastou ameaçar que apoiava Sócrates

PSD: Eventual convite a Valentim Loureiro deve partir da direcção nacional - Marco António Costa - Porto, 25 Ago (Lusa) - O líder do PSD/Porto afirmou hoje que compete à direcção nacional do partido decidir se quer convidar Valentim Loureiro a regressar realçando a "grande proximidade" entre o autarca e o primeiro vice-presidente social-democrata, Rui Rio. »
17:45 Segunda-feira, 25 de Ago de 2008

Ele nega. 'Tá bem!

Nunes Correia garante que Governo não vai aumentar preço da água - O ministro do Ambiente, Nunes Correia, negou hoje que o Governo tenha a intenção de aumentar o preço da água e afirmou que a introdução de uma tarifa única, como acontece com a electricidade, não faz parte dos planos. Em conferência de imprensa, o responsável garantiu mesmo que o Executivo “nem tem competências para definir o aumento”. (...)

Tragédia? - teme Salgado

Manuel Salgado receia pela Baixa.

ASAE inconstitucional?

Estatuto da ASAE contestadoA associação de direito privado Defeso interpôs esta segunda-feira uma acção no Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa com o objectivo de que seja declarada a inconstitucionalidade...
Correio da Manhã 25, Ago 2008 - 21:17

Outro?


Outra vez a Spanair. E ninguém toma medidas imediatas?
Li no CM.

EUA: Convenção dos Democratas

... começa hoje em Denver.

Faladração jardinista

"O senhor Pedro Passos Coelho é um 'testa de ferro' da estratégia do eng.º Ângelo Correia para o PSD", "pessoa para quem trabalha".
DN

O estendal...

... de roupa suja: aqui. Perpassa aqui, do artigo aos comentários, uma tal insensatez verbal que faz lembrar a insensatez verbal (verborrêica, até) de outra pessoa... É que se pode fazer crítica política forte sem este aladear de má educação. Para este segundo caso, recordo só que é essencial manter o respeito formal e protocolar por um órgão de soberania, sem deixar de criticar e de ser bem forte no nque houver que criticar. É bem mais eficaz os destinatários da mensagem ficarem a pensar na sua força de mensagem do que nas palavras infelizes e na coragem impune de as utilizar - o que prejudica logo... exactamente a força da mensagem. Mas quem sabe se (quiçá) é essa a grande manobra da verborreia? (!): esconder o essencial para poder mostrar o acessório. A mim, ninguém me tira isto da cabeça. Há mais de 30 anos que assisto a esta técnica de certas pessoas em várias circunstâncias...

Reapreciação do processo de construção para o local do antigo Hospital de Arroios. Situação pouco clara

O antigo convento de Arroios data do século XVII. Em 1890 foi transformado em Hospital. É o «Hospital de Arroios». Hoje, está abandonado e ao abandono - regra em Lisboa para imóveis de valor histórico. Em 2004 foi aprovado pela CML um projecto para o local. Uma Sindicância veio este ano pôr a nu algo de errado na sua apreciação, já que, em 2005, acabaria por se iniciar o processo da sua classificação como imóvel de interesse pelo IPPAR.
A Câmara de Lisboa recorda agora que «na sequência da sindicância aos serviços de Urbanismo, a Câmara Municipal deliberou (proposta 07/2008, de 11 de Janeiro) submeter a auditoria interna uma lista de processos que indiciam irregularidades na sua apreciação». Isto, a propósito do processo para o referido local do Hospital de Arroios, «um dos casos que se encontra(m) em apreciação».
O comunicado da CML é tão incompleto que nem se chega a perceber o que está em apreciação nem quais os objectivos da notícia, que fere, pelo menos a lei da clareza - essencial a qualquer comunicação, por maioria de razão num caso já de si envolto em zonas de escuridão... Logo saberemos - mas a mim parece-me que é um primeiro passo no sentido de levantar a interdição de re-apreciação por razões de pendência da sindicância.

Viaturas e critérios

A história do corte de viaturas na CML pelo mero critério da idade das viaturas, se as mesmas não fdorem em certos casos substituídas por outras que tenham ficado em serviço não tem pés nem cabeça. Isso não veio nos jornais. E ainda há outra coisa que tem de ser escarecida ou acabará por dar mau resultado. Pessoas em serviço andarem de autocarro? Olha a eficiência...

Silly season?

Não será um pouco... absurdo que a Ordem dos Arquitectos se venha manifestar em defesa do monstro do Rato? Pois isso aconteceu neste Verão. Leia aqui.

domingo, agosto 24, 2008

Maternidades em Lisboa

Lisboa pode vir a ter só duas maternidades - Diário de Notícias - Lisboa - 22 Ago 2008 - A fusão das maternidades em Lisboa é uma solução que vai ser estudada "perante as graves carências de médicos que estão a afectar alguns serviços...

sábado, agosto 23, 2008

Falta de investimento na Linha do Tua é um crime

Foto: JN
Acidente/Tua: Três dos 43 feridos continuam internados - Fonte: Agência LUSA Publicado ontem às 21 horas - Lisboa, 22 Ago (Lusa) - Três dos 43 feridos do acidente ferroviário na Linha do Tua assistidos nos hospitais de Vila Real, Mirandela...
Notícias relacionadas:
2008-08-22 Acidente/Tua: Todos os passageiros retirados do local e uma morte confirmada - CP - Agência LUSA
2008-08-22 Acidente/Tua: Secretária de Estado dos Transportes vai ao local do acidente - Ministério - Agência LUSA

E a segurança, senhores?

Falta de segurança e assaltos violentos começam estragar descanso do Verão de Sócrates. Aqui.

Bye-bye, Clinton

Presidenciais americanas
Obama escolhe Joseph Biden para a vice-presidência - O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, escolheu o seu colega de Senado Joseph Biden, de 65 anos, como o seu candidato à vice-presidência dos Estados Unidos, de acordo com a CNN, que cita fontes no seio do Partido Democrata, sob anonimato. (...)

sexta-feira, agosto 22, 2008

Táxis adaptados a deficientes

CML atribui 50 licenças. Mas ANTRAL diz que não dá e que as pessoas não os querem. Li.

!

!
No Sol on line

História comovente na Argentina


Cadela adoptou bébé abandonada nua pela mãe de 14 anos, transportou-a como se fosse uma das suas crias, abrigou-a e salvou-a. A bébé está no Hospital e encontra-se bem, com os seus 4 kg! Espantoso e comovente.

Já há colunas... não há ainda é cais...

... E, de tão limpinhas e esbranquiçadas, nem batem certo com as paredes do Terreiro do Paço, marcadas pelo tempo e pelo desleixo.
Já agora, vá a este blog, que será um jornal lisboeta um dia. E que já assumi que estava em «stand-by» até que o Cais das Colunas, dez anos desactivado, desmontado e mal-tratado, voltasse a ser Cais das Colunas.

Há ano e meio...


«O Sindicato Espanhol de Pilotos de Linhas Aéreas (SEPLA) enviou desde Abril do ano passado, durante mais de um ano, cartas à direcção e à presidência da Spanair a alertar para o facto de o caos e a má gestão poderem afectar a operação da empresa, pondo em risco a segurança dos voos.» Público on line.
Bem me parecia que a coisa não era tão acidental e inesperada como o presidente da Spanair veio logo dizer.

.

ASAE

Inconstitucional? Leia aqui.
.

TGV = 1000 escolas + 1000 creches + 1000 lares + 1000 km de estradas secundárias em ruína em todo o País


O luxo asiático de um TGV para um paisinho. Quem ganha? Quem perde? Nós perdemos sempre... Aqui, no LL2.

quinta-feira, agosto 21, 2008

900 milhões, dizem os empresários

Câmaras devem 900 milhões a empreiteiros. Aqui. Mas é sabido que, só a de Lisboa, e no total (dívidas de curto e de longo prazo), deve muito mais do que isso. Há meio ano falava-se de mais de 1 200 milhões...

+ crise + marginalidade = + crime à solta

Leia aqui.
Parabéns, Sócrates. Há inevitabilidades que são devidas á acção do Governo. Esta é uma delas: + crise + marginalidade = + crime à solta.
Já passaram da pistoleca à metralhadora e já vão no C4. Parabéns. Agora já somos um país desenvolvido (pelo menos em matéria de técnicas de assalto). Obrigado, engº.
Foto: CM

Nelson Évora = ouro

Foto João
Da Costa do Marfim para Cabo Verde, para a Ramada... do Odivelas para o Benfica, o Porto, outra vez e sempre o Benfica... daqui para Pequim... daí para o pódio.

quarta-feira, agosto 20, 2008

Acusado é inocente até prova em contrário (sentença)

Autarcas acusados candidatam-se ou não? Aqui.
.

Túnel por pagar

O que é que falta pagar e porquê da factura do Túnel do Marquês? Leia aqui e aqui.
.

Chiado: nova polémica?

O Chiado 20 anos depois. Leonel Fadigas e outros. Escreveu: Joana Ramos Simões / Lusa, reproduzida no 'JN'. Aqui.
.

Le vereador c'est moi

«Eu sou vereador e as decisões da Câmara sou eu que as tomo». Pronto. Está resolvido. Pode ler isso aqui.
.

Afinal está mesmo em estagnação - e nem Sócrates acredita nos tais 0,4% de crescimento

Para fora e em privado, afinal Sócrates vai mais além e aproxima-se do que parece ser a verdade: a economia portuguesa está mais para o zero de crescimento, para o «em estagnação» do que para o «em crescimento», mesmo que lento. Pelo menos foi assim que falou com Chavez - que se desbroncou logo com isso. Leia aqui.
.

C. J. Pimenta Ronaldo

Soa estranho este nome? Veja.
.

terça-feira, agosto 19, 2008

Pode ser embuste, diz a CGTP


PT ao serviço a troco de quê? Promete criar 1 200 postos de trabalho. Mas tudo pode não passar de um embuste. Ler aqui. A CGTP afirma, nomeadmente que «o Primeiro-Ministro não explicou à custa de quê e que tipo de emprego vai criar, dado que, nos call centers existentes, 100% dos trabalhadores são precários, trabalham 4 a 6 horas diárias e recebem cerca de 500 euros, sendo grande parte licenciados e no mínimo têm de ter o 12º ano de escolaridade».
.

Residência oficial de Monsanto

A propósito da intenção de venda da residência oficial de Monsanto, um leitor, num comentário ao post imediatamente a seguir a este, pergunta onde é que li que isso estaria em mente. Pois bem. Li em vários locais. E até li confirmações oficiais do Gabinete da Presidência. Aqui, aqui e aqui.
.

Vender a casa de Monsanto

Já viu o resultado da sondagem mesmo aí ao lado, ao cimo da página? Poucos votaram, o que é significativo. Mas 9-19 é sintomático.
.

133 mil empregos + 180 milhões de dívidas pagas

Esta é tal e qual como esta, posta em causa aqui. Juntar as duas e pedir às pessoas para olharem para a realidade - é a única solução. E vão aparecer mais coisas destas nos próximos meses. Muitas. Depois conversamos. Olhem-me só para o descaramento de Sócrates.
.

Esta deve ser a greve de fome mais publicitada do Universo

Se vier a realizar-se, esta greve só não produzirá efeitos porque não teria mesmo de os produzir: não por falta de publicitação. Já oiço falar dela a propósito de várias matérias. Agora até por causa de um computador. Que afinal nem falta fará. É estranho isto.
.

Tapada das Necessidades

Instalou-se e está consignada: é a nova maneira de fazer política local em Lisboa: não dizer nada à oposição antes de falar com os jornais. Em tanto ano de autarquias, nunca tal tinha visto. É mais um caso: parece que Sá Fernandes vai levar à CML em Setembro algo que resulta de uma proposta do PCP de há dez meses. Moita carrasco. Nada até hoje. Mas Catarina Prelhaz, Público, soube da novidade. Não os autarcas. Não os vereadores. Não: uma jornalista. Bom para ela. Carlos Moura protesta e com razão. Mas antes haja algo positivo e não se saiba do que não haja nada. A bem da Tapada. «Sem informações e com igual grau de apreensão continuam os vereadores do PCP, que em Novembro levaram a câmara a aprovar por unanimidade o início das negociações com o Estado. "Foi prometida uma solução para Maio. Já interpelámos o vereador e nem uma resposta tivemos", lamenta o autarca comunista Carlos Moura».
.

Para memória futura. Mas atenção: nada disto tem a ver com mais ou menos medalhas. Tem a ver com esforço e trabalho... já que lá estão...

É este o atleta campeão da ingenuidade. Vá lá. Ficámos a saber por ele mesmo.
Vem um e diz que gosta é de estar na caminha de manhã. Até me senti gozado. Vem outro e diz que o problema é a temperatura. Outro que não sei quê... Um tipo ouve-os e só vai pensando e comentando em família: «Mas quem é que escolhe estes atletas?» Atletas género 'tá-se bem, yôôô...
Agora, a própria medalhada única, Vanessa Fernandes, põe o dedo na mesma ferida, diz que alguns atletas foram lá mais para ver os Jogos e viajar até Pequim: «Alguns atletas não têm bem a noção do que os Jogos Olímpicos significam»... Oh, diabo, algo vai mal. Mesmo que tenha sido «proporcionada a melhor preparação de sempre» aos atletas que iam a Pequim, como diz (e eu acredito) Vicente Moura. O problema pode ser outro: e quem os selecciona? Com base em que critérios? Se um tipo chega ao fim e diz com aquele desplante que de manhã «o meu corpinho gosta é de estar de pernas esticadinhas na caminha» (para mais sabendo-se que está a sair de uma competição que teve lugar exactamente «de manhã»), isto não soa estranho e não é um alerta? E não se trata de nenhuma criança: o rapaz tem... 25 anos.
Ao que sei, houve mais estranhas razões para alguns falhanços (li aqui).
.

Obrigado, Sócrates

O Norte de Portugal é a região mais pobre da Europa, lê-se na edição de hoje do DN. Mais: «os nortenhos são, também, "mal-tratados" quanto aos subsídios sociais. Em média nacional, os pensionistas recebem 4006 euros anuais - dados de 2007 - mas os nortenhos são os últimos na cadeia da solidariedade nacional: recebem apenas 3187 euros, o que pode ser explicado pela pirâmide populacional. Um último dado: em 2007, a pensão média nacional de velhice era de 359 euros, mas em Braga a pensão média não passava dos 316 euros».
.

Polícia Municipal

De acordo com o P-GR, Pinto Monteiro, os agentes das Polícias Municipais «só podem deter, identificar ou revistar suspeitos em casos de flagrante delito». Aqui.
.

Uma guerra. Surda mas guerra. E muito dura



«Diz que diz» é coisa que não aclara nada... E estava tudo num diz que diz dos diabos, dentro do BE, mas numa discussão feita de janelas abertas. Ouvia-se tuido cá fora. E estava a ficar tudo ainda mais confuso: afinal, quem é que tinha razão?
Mas, de repente, alguém do BE quer mesmo tudo em pratos limpos. E logo num blog que tem feito umas mudanças assinaláveis nos últimos tempos, com esta mudança principal: o Grupo Municipal do BE está a assumir papel principal no blog a que me refiro.
Vamos então por partes.
Primeira questão: o que está em causa.
Trata-se da importância que uma facção do BE vem atribuindo à extinção da Gebalis (empresa municipal que gere os bairros da CML). Ou, como quer Isabel Faria, da concelhia de Lisboa do BE, que eu tivesse escrito: "Trata-se da importância que o BE atribui ao cumprimento do seu programa eleitoral e aos compromissos com os seus eleitores".
Segunda questão: por que é que isso é importante.
Porque essa facção do BE - o BE/Lisboa? Ou parte dele? - (que Vital Moreira, no «Causa Nossa», diz que tomou unilateralmente a iniciativa de romper com Sá Fernandes e, leia-se nas entrelinhas, com António Costa) reclama hoje insistentemente que seja feito.
Terceira questão: o prograna do BE e o acordo do BE com o PS na CML.
Houve logo protestos de quem defende Sá Fernandes: esta questão não faria parte do programa do BE nem do acordo com o PS.
Mas eis que de repente alguém, camuflado atrás de um relativamente tranquilizante anonimato que é proporcionado pela existência de um grupo de gestores de um blog, embora todos do BE,... alguém recorda o programa capítulo a capítulo, sendo que na última linha do primeiro capítulo, hoje mesmo publicado, garante que no programa eleitoral lá está bem clarinho, preto no branco: «Integrar, até 2008, a Gebalis na EPUL». Leia isso aqui (última linha do post). Acresce que este foi o primeiro de vários posts que se seguirão... mas é evidente que a coisa fica aí já bem iluminada, debaixo de holofotes, como pretende o autor do post. O resto do programa aparecerá sempre como camuflagem. E bem ingénua.
Ora, essa publicação é feita hoje e não é por acaso: ela aparece na sequência imediata de uma entrevista de Sá Fernandes ao 'DE', e para responder a determinada frase da mesma entrevista. Às tantas, pergunta o jornalista: «Quando é que acha que é uma “boa altura” para fundir a Gebalis com a Epul?». Responde Sá Fernandes: «Não sei se é boa altura para fundir a Gebalis com a Epul.» «Mas isso faz parte do seu programa eleitoral.» «Não, não faz.»
Isto foi publicado na net na seguinte data/hora: 2008-08-18 00:05. Ou seja: logo aos primeiros minutos do dia 18 (ontem). E a resposta, no blog citado, tem a seguinte data (o blog não regista a hora, infelizmente, mas não há qualquer hipótese de engano): segunda feira, 18 de Agosto de 2008. Ou seja: este post é claramente uma resposta, uma espécie de bofetada sem luva em Sá Fernandes que acabara de afirmar que a questão da integração da Gebalis na EPUL não fazia parte do seu programa eleitoral. Ainda bem que o desmentido v eio do proóprio BE. Se fosse eu a sacar dos meus arquivos e a publicar o mesmo, não faltariam cobras e lagartos... Aqui d'El Rei que estava a procurar problemas onde os não havia. Assim, não: passa-se tudo «portas adentro» do BE e não restam dúvidas nem protestos de ingerência externa.
.

domingo, agosto 17, 2008

Há algo no ar que não me agrada, a esta distância

Segunda-feira, o MOPTC quer começar as obras da CRIL no Bairro de Santa Cruz. As pessoas não querem abandonar as casas que vão ser demolidas. Leia:
Conclusão da CRIL: moradores do bairro de Santa Cruz recusam abandonar casas
.

Que é isto?

Arquitectos contra chumbo da autarquia - A Ordem dos Arquitectos considera "sem fundamento legal" o chumbo da Câmara de Lisboa ao licenciamento de um edifício de grandes dimensões destinado a comércio e habitação, no Largo do Rato.
Rádio Renascença 16, Ago 2008 - 18:05
Lisboa: Chumbo de construção no Rato sem enquadramento - A Secção Sul da Ordem dos Arquitectos considera o chumbo camarário do licenciamento do projecto no Largo do Rato de Valsassina e Aires Mateus «sem fundamento nem enquadramento legal» e vai promover a sua apresentação pública em Setembro.
Diário Digital 16, Ago 2008 - 16:49
.

sábado, agosto 16, 2008

Os 180 milhões que Costa diz que pagou e que ninguém explica como

É muito complicada a situação criada por António Costa a si mesmo, em várias etapas. Numa entrevista à «Visão», disse que já tinha pago 180 milhões de euros de dívidas da CML.
Os homens da propaganda do PS da Cidade de Lisboa
_____________________________________
Aviso à navegação: esta afirmação contida
no jornal do PS aí ao lado na foto («Pagos 180 milhões de dívidas») é uma grande cabala. Uma mentira, pura e simples, segundo tudo indica.
____________________________________

gostaram do número e da ideia de se terem pago tantos milhões e... espetaram com aquela coisa num jornal do PS / Lisboa.
Tramaram tudo. Enquanto se tratava de palavras a uma revista, a coisa tinha uma dimensão. Trazido para as rotativas, e logo no jornal comemorativo do primeiro ano de mandato, aquilo aguçou o apetite a jornalistas e a políticos.
Vai daí, várias críticas partidárias no ar.
O PCP demonstrou que não era possível a CML ter pago aquela verba: nem do ponto de vista legal nem do ponto de vista contabilístico.
Passaram uns dias e o que é que leio no 'Sol'? Um artigo de Margarida Davim, no Suplemento 'Confidencial - Economia e Negócios', a garantir que a CML não tem mais de 27 milhões para pagar dívidas. E que nos documentos oficiais da CML se fala apenas de terem sido pagos perto de 16 milhões até 31 de Maio. Não há milagres. Portanto, em dois ou três meses depois de 31 de Maio, não ia ser possível pagar 164 milhões! Evidentemente que não. Pois se para o ano todo a CML tem este ano uma verba que nem chega aos 250 milhões para tudo!

Portanto, estava criada mais uma grande embrulhada do mandato. Só que, desta vez, nem sequer era atribuível a Sá Fernandes. Não: ela vinha da boca do próprio António Costa, logo ampliada pelo PS via jornal-encarte, distribuído «à rica» dentro de tudo o que é jornal em Lisboa.
Mais. Apertado pela jornalista, o vereador das Finanças fez o pior que podia ter feito: disse que não tinha os números todos (código para: isso não posso provar...). E não pode provar. Simplesmente porque não há prova possível. Ou seja: o vereador desmentiu Costa, na prática. Disse oficialmente e ficou registado que «os 180 milhões não são relativos à dívida anterior a 31 de Dezembro de 2007». Ou seja: disse que são dívidas deste ano (nem isso poderá ser assim, mesmo gastando à tripa forra), dívidas deste mandato, destes últimos meses. Coisa estranhíssima para um político vir dizer, depois do sururu que o Presidente e o PS fizeram para... de duas uma: a) nos enfiarem um grande barrete camuflado numa má redacção de uma péssima ideia; b) nos virem dizer a coisa mais simples do mundo: que não pagam as dívidas anteriores a 31 de Dezembro de 2007 - nem as suas, já que tomaram posse a 1 de Agosto de 2007, nem as do tempo de Santana e Carmona - essas, sim, dívidas de que todos temos falado e para as quais até se apoiou a proposta de empréstimo de 360 milhões, como já antes se aprovara a ideia de um empréstimo de 500 milhões.
Ou seja e em resumo: alguém nos está a mentir. Ou estão várias mentiras no ar.
Nem sei como é que hão-de descalçar esta bota.
Mas vão ter de explicar. O Município não suportaria viver com esta barafunda.
A Assembleia Municipal não deixará de reclamar verdade e transparência, tal como não deixará de acontecer na própria Câmara.

Custa-me escrever o que segue, mas não posso calar. Não, do ponto de vista político. É o que vai ler. Acho sinceramente que António Costa naquela tarde da entrevista se deixou embalar a si mesmo num qualquer canto de sereia e se saiu com um exagero monumental: o dos 180 milhões. E que foi logo apanhado numa teia de irreversibilidades, a pior das quais foi o aperto dos homens da propaganda do PS que quiseram logo fazer um bonito com aquela idioteira do jornal. Isso foi o pior. Agora a coisa está num tal pé que, se se tiver a coragem de esclarecer tudo, vai mesmo doer muito. Politicamente, claro.

E, pior, se estivesse no Governo (como sempre esteve, quando no poder) Costa nunca seria tão apertado. Mas numa autarquia, onde tudo está em documentos distribuídos a toda a gente, a coisa vai estar preta.
Lamentavelmente, digo eu.

Coitadinho do crocodilo...


Lembram-se da anedota do crocodilo? Pois foi o que me fez lembrar o minsitro do Ambiente quando veio dizer ontem que foi um muito bom encaixe este negócio: «A Aquapor foi vendida a parceiros da Bragaparques por 62,960 milhões de euros, prevendo-se que o negócio esteja concluído até Setembro, revelou ontem o grupo Águas de Portugal (AdP)» (DN).
Estão a ver a Bragaparques a fazer um negócio que seja um muito bm encaixe para ao Estado? Eu também não. Acho que ainda vamos ouvir falar disto um dia destes. Coisa onde a Bragaparques se meta, em geral dá bota uns anitos depois: é no Porto, é em Coimbra, é em Lisboa... o modelo é sempre o mesmo...
.

Bye, bye, Obikwelu. Já fizeste de mais por quem nem te merece...

2.
É no que dá andarem a exigir do homem uma só coisa: que seja o escravo do orgulho português, para que as medalhas dele compensem a desilusão portuguesa (se é que me faço entender: o rapaz, que nem português é - só nos papéis - é que estava a servir de burro de carga a estas bestas que só se calam se houver medalhas... e de preferência das amarelinhas).
Pronto, agora acabou-se mais essa ilusão, vendida pelo Governo ao desbarato.
Como é que Sócrates e seus meninos enviados lá a Pequim vão agora fazer as piruetas habituais em cima do sucesso da massa cinzenta (e, neste caso, sobretudo da massa corpórea) nacional? Que proveitos vão eles inventar para poderem tirar desta espampanante derrota em toda a linha?
Competir não lhes chega?

1.
Eis a notícia, acabada de chegar aos meus alertas:
«Obikwelu anuncia fim da carreira - Francis Obikwelu vai colocar um ponto final na sua carreira, depois da derrota de hoje na segunda meia-final dos 100 metros nos Jogos Olímpicos de Pequim. O atleta vai retirar-se e já não participará na prova dos 200m. E pediu desculpa aos portugueses por ter falhado o apuramento para a final da prova».

3.
No programa de rádio que edito para promoção da Seixalíada (este ano faz 25 anos), costumo com os meus bonitos cnvidados fazer a apologia do espírito olímpico, do esforço e da competição saudável sem competitivite aguda.
Já vê o meu desgosto ao ver que está sempre toda a gente a exigir, a exigir, a exigir... medalhas e mais medalhas a esta rapaziada. E, pior: a fazer propaganda prévia de que as vão trazer...
Tenho pena dos desastres que de lá vêm. Mas, até certo ponto, é bem feita.

4.
Não foi engano: marquei pela ordem em que está, de propósito!
.

Sem esforço

É pirosada, mas fiquei satisfeito - o 'Público', P2, «Blogues em papel», finalmente descobriu o LisboaLisboa e citou-o. Isso agrada-me pela vaidade pessoal mas não só: estou satisfeito por ter sido citado por mera iniciativa editorial, sem qualquer esforço meu nesse sentido (podia ligar para quem ligasse ao editor e chamasse a atenção para o que vou escrevendo, mas nem sequer o fiz). Ainda bem. Ver aqui.
.

CRIL, sempre a CRIL

À espera que a casa vá abaixo - NUNO MARTINS , JORNALISTA DA AGÊNCIA LUSA - A indefinição e expectativa dominam os moradores de Santa Cruz de Benfica, Lisboa, enquanto aguardam, sem desmobilizar, o início dos trabalhos para a construção do troço final da CRIL previsto para segunda-feira.
.

Parabéns, Sócrates, Santana, Durão, Guterres, cavaco

«Portugal é o país da União Europeia que regista maiores níveis de desigualdade entre ricos e pobres.»
DN
.

sexta-feira, agosto 15, 2008

À tripa forra. Agora, a Madonna

É assim. Autarquia sem cheta. Cidade decrépita. Espaço público degradado. Trabalhadores forçados à escravatura de fazerem horas extras e oferecê-las forçadamente. Parque da Bela Vista destruído e cada vez mais irrecuperável. Mas...
- Rock in Rio
- Creamfields
... tudo à borla ou quase.
Um dos piores exemplos foi o facto de «a autarquia prescindir de elevadas quantias, como aconteceu aquando da relaização do Creamfields, em Maio do ano passado, quando foram perdoados à organização do evento 3,5 milhões de euros em taxas, a troco do pagamento de 175 mil euros para obras de requalificação no Parque da Bela Vista.»

Mas ao mesmo tempo, a mesmíssima Autarquia tem o desplante de cometer o dislate de querer cobrar taxas de ruído e de ocupação de via pública às colectividades nas suas actividades de animação de rua (!!! - numa Cidade claramente a precisar de algo que prenda as pessoas), não pagar atempadamente as despesas que prometeu pagar às mesmas colectividades nas Festas da Cidade, pretender cobrar ao PCP taxas de publicidade exterior pelos mupis de propaganda política e, igualmente mau, ter feito aquele número terceiro-mundista de querer pôr os fiscais municipais a cobrar taxa de ocupação de via pública aos fotógrafos e operadores, tursitas ou não, pelos tripés das máquinas fotográficas e das câmaras de vídeo ou de televisão... Parece um mau filme de ficção científica dread...
.
Post-Scriptum
Claro que as isenções se referem ás empresas organizadoras (SmartEvents, do Creamfields; Better World, do Rock in Rio; Everything is New, promotora do concerto de Madonna, agendado para 14 de Setembro), que metem ao bolso fortunas. Com destaque para o caso da Better World dos brasileiros Medina, com grande paleio social à mistura e conta bancária farta à custa da sempre pobre e mal gerida CML, desde Santana a encher os bolsos à BW - e agora, com António Costa (e o reverso de Sá Fernandes antes tão radical), sem coragem para cortar com com a mordomia lisboeta de pai e filha...
A este propósito, leia: «Com os votos do PS, PSD, BE e Lisboa com Carmona - Câmara de Lisboa isenta Rock in Rio de 6,5 milhões de euros em taxas.» Em troca de 850 mil euros, parece (digo «parece», porque até havia uma cláusula de confidencialidade nesta matéria que não causava engulhos ao Sá Fernandes de hoje - olha se Santana ou Carmona tivessem ido por aí: o que não diria, e com razão, o Sá Fernandes de há dois ou quatro anos... E com esta nota estranha: PS e BE tinham votado diferente nas edições anteriores. O PS era contra a isenção de taxas, agora é a favor. O BE, mais «plural», antes era contra a isenção e agora varia: é a favor, pelo menos em sede de Câmara (agora votou a favor da isenção na CML) e absteve-se na Assembleia. Repito: antes tinha sempre votado contra as isenções nos dois órgãos. Uma palhaçada dos diabos.
O poder corrompe mesmo...
Mais pormenores interessantes: «As contrapartidas que a empresa organizadora do festival (Better World) tem pago à CML cifram-se em 400 mil euros, mas estão longe de cobrir as despesas que o município tem de fazer. Com efeito, os gastos da Câmara ascenderam em 2004 a 2,2 milhões de euros mais 256 mil euros em policiamento. Em 2006, foram de 512 mil mais 129 mil euros. E em 2008 prevê-se, fora o policiamento, um gasto de 373 mil euros.Em contraste com a magra contrapartida, as isenções de taxas foram de 6 milhões de euros em 2004 e de 6,5 milhões em 2006, e serão de outro tanto este ano.Soube-se ainda, na polémica travada em torno da proposta, que o acordo contém uma cláusula de confidencialidade sobre os termos do próprio acordo, nomeadamente sobre o valor das contrapartidas financeiras que a organização deve prestar à CML. Em rigor, portanto, pode não se chegar a saber quanto é que o festival vai pagar à Câmara» (Jornal Mudar de Vida, acima «linkado»).
.

Energia solar

Lisboa: Primeira escola a produzir energia foi hoje certificada - Fonte: Sol Publicado ontem às 16 horas - ...a primeira a entrar em funcionamento em Lisboa, é também a primeira a ser instalada...em Marvila, é a primeira da cidade de Lisboa a produzir energia através de uma instalação...revelou em comunicado a Câmara Municipal de Lisboa (CML)..
.

Se a propaganda falasse!

Em termos de propaganda, Sócrates não tem cá feito falta (está de férias): os ministros desdobram-se em declarações de optimismo. Nenhum deles sabe que há crise. Até pensam que a crise já passou. E repetem isso, repetem, repetem, até à exaustão. Provavelmente acham que vencem a crise pelo cansaço. Ou pensam que não os querendo ouvir mais, as pessoas já têm dinheiro para fazer a sua vida. Pois se até aos ricos a crisee já chegou (com essa podemos nós bem, claro: veja aqui.)
Ontem, mais dois a gritar: o das Finanças e o do Trabalho. Ora, então, tomem lá propaganda:
Um:
«Economia aguenta clima de recessãoA economia portuguesa resistiu e manteve o seu nível de crescimento." Foi desta forma que o ministro das Finanças comentou os números do INE, que revelam um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,4% no segundo trimestre deste ano e uma queda de 0,3% na taxa de inflação, que se fixou em Julho nos 3,1%.
Outro:
"Existem condições para ultrapassar a crise"Vieira da Silva, Ministro do Trabalho e Solidariedade Social».
E mais uma:
Não são só estes que cá ficaram nas férias a massacrar o juízo da malta: Ana Paula Vitorino, na ausência dos dois chefes (Sócrates e Mário Lino), engendrou aquela encenação com o seu amigo e protegido-protector Joaquim Raposo (CM Amadora e FAUL) para anunciar o futuro anúncio do anúncio da nova linha de metro Reboleira/Falagueira (leia aqui).
.

quinta-feira, agosto 14, 2008

Na primeira fila

Hoje à noite, na festa do PSD do Pontal, quando Ângelo Correia começar a falar, sabem quem é que vai estar na primeira fila a aplaudir, eufórico?

... José Sócrates!
Actualização: afinal os autarcas também fizeram o manguito... Ver aqui.
..

quarta-feira, agosto 13, 2008

Prémio Obrigado, Sócrates. Agradeço-te assim, com estas palavras simples, por me permitires ganhar milhões a dois carrinhos

Citado pelo 'Público on line', hoje:
"Estou convencido (de) que Portugal estaria bem pior se a acção governativa não tivesse demonstrado o zelo, a competência e a coragem que demonstrou." Inseri o «de» para corrigir o português do autor.
Luís Nazaré, presidente da Airplus, "Diário Económico" 13 de Agosto de 2008
Mas como é que Luis nazaré podia não elogiar a governação até à náusea?
Se quer perceber melhor de que é que lhe estou a falar, leia isto e mais isto (procure o parágrafo sobre LN)!
.

Novo aeroporto de Lisboa


Topografia: os primeiros levantamentos foram adjudicados a duas empresas e vão começar.
«Os trabalhos das duas empresas estão agora a arrancar, pretendendo-se que estejam concluídos antes do final do ano» (RTP).
.

Baixa sujíssima e abandonada

Prédios devolutos, problemas de estacionamento e de mobilidade pedonal, ouvindo ainda algumas queixas dos comerciantes daquela zona.
Estas foram algumas das constatações de «Os Verdes» quando se deslocaram à Madalena.
E, pela foto, encontraram também muita sujidade e degradação...
Por isso, o partido quer saber quais os passos seguintes da reabilitação da Baixa.
.

Actores: candidaturas

«Teatro Aberto procura actores para próximos espectáculos - O Teatro Aberto vai realizar audições a fim de seleccionar actores e actrizes com idade compreendida entre os 25 e os 35 anos para participação nos seus próximos espectáculos. Os actores e actrizes candidatos à audição deverão entregar na recepção do Teatro Aberto, ou enviar por correio, até ao próximo dia 28 de Agosto, curriculum vitae e fotografia.» (mail recebido do TA).
.

Tiros de polícia

Apesar de já ter referido aí em baixo a questão do uso das armas, volto à matéria. Por duas razões: a primeira é que um dirigente sindical de uma das polícias veio confirmar o que eu suspeitava há muito: é que, para lá do que já se sabe sobre a falta de meios e de hábitos de treino em geral, os agentes não treinam tiro em movimento de viatura (em perseguição). Essa e a cobardia em assumir o que se fez podem ser as razões para esta lástima de desculpas esfarrapadas do género «ai nós atirámos só para o ar», com um rapaz morto dentro da viatura por tiros que, tudo aponta, são da GNR.
Esta nota do dirigente sindical deve ser levada muito a sério. Não para que as polícias desatem a disparar, mas para que, quando disparam legitimamente, acertem no alvo que pretendem e não noutro qualquer.

Mas voltei ao tema para transcrever o que o «DN» transcreve das instruções de não uso ou contenção de tiros: «... os elementos das forças policiais não podem disparar nas perseguições automóveis - a não ser que os próprios agentes estejam em risco ou que a vida de terceiros possa ser afectada pelos fugitivos.»
«... a recomendação da IGAI surgiu no seguimento da morte de um rapaz de 25 anos alvejado na cabeça durante uma perseguição automóvel movida pela GNR em Julho. No rescaldo deste caso, o comandante-geral da GNR, tenente-general Nélson dos Santos, e o director nacional da PSP, Oliveira Pereira, ordenaram que "em perseguições motorizadas é proibido o uso de armas de fogo" - mesmo contra pneus de carros em fuga. A ordem ressalva "as situações em que o uso da arma se destina a repelir agressão actual e ilícita que, de modo efectivo ou iminente, ameace vidas humanas". Na altura, o comando da GNR alertava também "que o uso incorrecto de armas prejudica a acção policial e acarreta responsabilidades disciplinares e criminais graves". Aliás, já em 2005, a IGAI tinha emitido uma nota sobre as limitações no uso da arma "em situações contra-ordenacionais", avisando que "a arma é o último recurso a empregar em caso de contra-ordenação ou de suspeita não fundamentada".»
Para que conste.
.

Sinceramente

Muito, muito jovem, fui atraído - como quase todos - pelo maoísmo ingénuo dos pequenos manuais que aqui chegavam. Aos 17-18, aprendi a detestá-lo enquanto suporte de muitas complicações sociais. E assim cresci. Até há quatro ou conco anos, tudo o que era chinês tinha uma chancela: não me interessava. E assim é ainda. Em termos sociais e políticos, honestamente, não, obrigado. Já hostilizei, há 30 anos atrás. Hoje não: não hostilizo, não critico. Prefiro não abrir a boca.
Mas na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, não podia deixar de me extasiar com a magnitude e a bofetada nos americanos e japoneses, pelo domínio da tecnologia.
Aplaudo. Muito bem. (Mesmo que agora me venham com essa das montagens de imagens do fogo-de-artifício ou com a voz e a cara das jovens Lin e Yang...).
Mas... o que significava aquilo tudo? Como acontece comigo, provavelmente também você precisa de uma ajuda para perceber melhor. Pois descobri-a. Melhor: enviaram-me uma ajuda. Partilho-a aqui consigo. Cada quadro fica assim mais perceptível.
:

Municípios com excesso de dívidas...

... afinal são 59. Leia aqui.
.
.

Bairro da Liberdade

Foto DR
Demolições começam hoje. Com preocupações várias: para onde vão as pessoas, que reabilitação se vai fazer e quel o cronograma, quem regressa ao bairro e quando... Aqui.
.

Mas o que é que os turistas visitam em Lisboa?


«A zona da Baixa e de Belém foram os locais de interesse mais visitados na cidade, tendo sido apontados por 74,2% e 70,3% dos inquiridos, respectivamente. Segue-se Alfama, Bairro Alto e Chiado, bairros "obrigatórios" de elevado peso histórico, onde a traça é frequentemente elogiada.
No inquérito à região, o Parque das Nações "intromete-se" no grupo de bairros históricos e alcança o terceiro lugar, à frente de Alfama e do Bairro Alto, com uma percentagem de 66,8%. Sintra, Cascais e Estoril assumem um peso importante nos locais de interesse da região mais visitados. Sintra, por exemplo, aparece à frente do Chiado.» JN, Telma Roque.

.

Isto é que já não é como nos filmes...

No caso da morte de jovem de 13 anos em Loures, «(...) GNR violou as recomendações da Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) e, também, da sua própria corporação (...)». DN.
.

Despesas maiores

Comer e habitar, antes de vestir (por esta ordem) e crianças obrigam a 50% mais despesa - são as conclusões sobre os maiores gastos dos habitantes de Lisboa e arredores mas também dos portugueses em geral. Dados de um interessante inquérito. Aqui.
Depois de três anos de governação, eis o que Sócrates e o PS conseguiram ao todo: «Famílias têm 12 euros para gastar por dia». Leia aqui.
.

terça-feira, agosto 12, 2008

Sedes do Cais do Sodré

Cais do Sodré / Avenida das Naus: sedes prontas mas sem licença de utilização da parte da CML? Que se passa, de facto? Ler aqui.
.

Rendas / Gebalis: 13,5 milhões em atrasos

Autarquias: Rendas sociais em atraso ascendem a 20 milhões - Fonte: Diário Económico Publicado há 9 horas - Só em Lisboa, a dívida acumulada pelos 67 bairros de habitação social – geridos pela empresa municipal Gebalis – já chega aos 13,5 milhões...
.

349 mil euros devolvidos à CML

11 Agosto 2008 - 22h40 - Autarquias - Ministro das Finanças e secretário de Estado determinaram - Governo devolve 349 mil a Costa - A Câmara Municipal de Lisboa cumpriu as regras para o limite de endividamento financeiro a cem por cento em 2007 e, por isso, terá direito a uma (...)
.

segunda-feira, agosto 11, 2008

'Bunker' junto da Embaixada de Israel

Já sabia disto. Estava à espera do que dava. Deu protesto dos moradores, claro. Uma rua fechada. Uma embaixada no mínimo em situação de abuso. Carmona sem saber explicar. Câmara actual sem explicação. Laxismo e deixa-andar. Moradores irritados. Leia aqui.
.

Prémios A Descoberta da Pólvora ou Vale Mais Tarde Que Nunca ou ainda A Notícia do Ano ou Amigos nas Redacções é outra Loiça

Foto Lusa
Paulo Pedroso, PS, lá longe, na Roménia, finalmente pôde abrir os olhos. Cá andava demasiado ofuscado com o poder. Uma história que se repete demasiadas vezes entre nós: só quando já não têm poder nenhum é que alguns políticos descobrem as pólvoras. Veja-se o patriarca de todos, Mário Soares: descobriu de repente a esquerda, a lucidez na política internacional... Uma tristeza que assim seja, mas é assim. Veja então o que Paulo Pedroso descobriu de repente lá longe: aqui.

Ainda a burla da Rua de Xabregas

Emigrantes que compraram há quase 20 anos apartamentos ilegais. Uma peça da Lusa. Aqui. Terão sido baratinhos. O problemas é que a papelada nunca mais anda. Apesar das promessas.
.

Prémio Espírito Olímpico no seu Melhor

Pequim 2008. Judo. Equipa nacional... O tipo ganhou e pronto. Tudo ficaria por aqui. Não fora aquela coisa de «pela boca morre o peixe». Leia e veja o nível dos neurónios.
.

domingo, agosto 10, 2008

Porque Lisboa está mais pobre...

Número de pessoas abrangidas pelo RSI aumentou em Lisboa - Diário Digital - 9 Ago 2008Lisboa foi o distrito onde mais aumentou o número de pessoas e famílias abrangidas pelo Rendimento Social de Inserção (RSI) no primeiro semestre de 2008, ...
.

Museu e Coches

Reflexões em torno dos coches e do Museu dos mesmos: o actual e o projecto, as verbas e as condicionantes... Um trabalho saído de uma equipa do Cidadania LX, que assinei. Publicado na edição de hoje do 'Público'. Leia aqui.
.

«Magalhães»

Cá está: encontrei. Esta é a tramóia do tal computador «de origem portuguesa» chamado «Magalhães»... Que grande aldrabice, urdida só para Sócrates brilhar. Mas é sol de pouca dura.
.

sábado, agosto 09, 2008

A abertura dos JO vistos por Ruben de Carvalho


O 'Público' fez bem. Convidou Ruben de Carvalho para ver a abertura dos Jogos Olímpicos, mas do ponto de vista da monumentalidade da coisa. E ele viu e conta. E de que forma... Este Ruben surpreende sempre, seja no que for... Termina assim: «Entretanto, devo confessar que ainda hoje tenho saudades das tipografias, do papel, dos tipos de chumbo, do cheiro a tinta... E talvez isso também tenha influenciado...». Leia-o aqui, por empréstimo de Vitor Dias, já que o meu não abriu hoje.

.

Urbanismo e corrupção

«Urbanismo e corrupção: as mais-valias e o desenvolvimento urbano»: um estudo de José Carlos Guinote no 'Monde Diplomatique'. Refere vários casos, vários países, medidas legislativas, realidades sociais. Interesante. Pode aceder por aqui. JCG escreve às tantas: «Existem basicamente duas posições quanto à forma como a Administração se relaciona com as mais-valias: uma é a opção pela sua tributação e a outra a opção pela sua captura ou socialização».
.

Duplo Prémio: Olha quem Fala e Que Grande Novidade

Há coisas do arco da velha no arco do poder. Mendes Bota acusa... Aqui.
.

Que é isto? Voltou a Idade Média?

Ossétia do Sul debaixo de bombardeamentos - EDUARDO GUEDES - Tskhinvali, a capital da Ossétia do Sul, foi palco de duros bombardeamentos e combates com forças georgianas durante todo o dia de sexta-feira. Ao final da tarde, o número de vítimas ainda não estava estebelecido.
.

Rendas a baixar em Lisboa...

Rendas caem 30 a 40% em Lisboa - Agência Financeira - from Pesquisa do Google: lisboa - Rendas caem 30 a 40% em Lisboa - Agência Financeira - 21 horas atrás - As imobiliárias são unânimes em considerar que em muitas zonas dos concelhos de Lisboa e Porto duplicou o número de contratos de arrendamento realizados a ...
Arrendamento de imóveis aumenta em Portugal - Jornal de Negócios - Portugal.
.